26º FNT GUARAMIRANGA. MENOS TEMPO PELA MESMA INTENSIDADE

Nilde Ferreira, Coordenadora Geral do FNTG | Foto: Eunilo Rocha

Este ano, experimentaremos realizar toda a programação do Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga em 05 dias! De terça (03 de setembro) a sábado (07 de setembro), as 06 mostras de nossa programação ocuparão variados tempos e espaços da cidade, garantindo que o Festival mantenha suas características essenciais.

Diferentes motivos nos levam a essa decisão e o primeiro deles quer lembrar que a longevidade do FNT (26 edições!) deve-se em alto grau à sua capacidade de responder aos desafios que marcam sua longa história: mudamos de março para setembro, porque o sistema de financiamento do qual dependem os incentivos dificulta a realização de eventos no primeiro semestre e as chuvas de Guaramiranga tornam impossível a realização de atividades em espaços abertos. Retiramos o caráter competitivo, escolhendo a potência da arte mais que a limitação de julgá-la segundo critérios. Reduzimos de 09 para 08 dias, com objetivo de diminuir custos operacionais e de logística. Espalhamos a programação por praças, salas e auditórios escolares, quando o Teatro Municipal ficou impossibilitado de funcionar por risco de queda… estamos sempre adaptando as cenas, para não perdermos o foco.

Especificamente sobre a redução na quantidade de dias de realização (de 08 para 05) em 2019, é importante dizer que esta trata-se de uma escolha feita para manter a qualidade da programação e a qualidade técnica, frente às questões financeiras que impõem limites aos sistemas técnico, operacional e de logística do Festival. E é importante entender o que significa reduzir o número de dias, nesse nosso contexto: basicamente, a adequação de custos com hospedagem, alimentação e serviços técnicos especializados aos recursos disponíveis.

Para realizar o Festival, precisamos considerar o que costumamos chamar de “custo Guaramiranga”: as estruturas cênicas são “criadas”, ou adaptadas para receber a programação do Festival (a falta do Teatro Municipal é muito grave para nós) e os preços de hotéis, pousadas e restaurantes, a exemplo de toda cidade turística, são altos para os parâmetros do financiamento de eventos culturais no Ceará. Contudo, a redução de tempo (03 dias), foi elaborada de modo a não prejudicar os pontos essenciais do Festival: as mostras que o conceituam estão garantidas. A diversidade que caracteriza a programação está garantida. A capacidade de atendimento ao público foi ampliada com o retorno da segunda sessão dos espetáculos da Mostra Nordeste. Mais de 150 artistas, técnicos e profissionais das artes cênicas participam de 40 apresentações em uma programação completamente gratuita.

Optamos por reduzir o número de dias para não perdermos na qualidade de nossa programação!
Essa mudança de formato não é definitiva, como nada no formato do FNT Guaramiranga tem sido. Ela é uma experiência este ano, nas circunstâncias atuais e pela determinação de realizarmos o Festival com toda sua riqueza de programação, com a qualidade técnica que lhe é característica e sem prejuízo para o cerne da proposta: a arte manifesta, vivida e amplamente compartilhada!

Prepara o fôlego, Guaramiranga, que tá chegando o nosso Festival!

Nilde Ferreira
Coordenadora Geral do FNT Guaramiranga